Japão

DOCOMO é alvo de crime cibernético

A NTT Docomo Inc revelou que um esquema de phishing usando uma conta corporativa fraudulenta tinha como alvo os usuários da operadora de telefone celular, rendendo aos criminosos ¥100 milhões.

De acordo com a polícia e a empresa japonesa, os clientes receberam uma mensagem de texto falsa alegando que as  taxas não eram pagas, relatou Sankei Shimbun.

Dentro da mensagem de phishing havia um link falso para baixar um aplicativo chamado “NTT Security”, onde os usuários da Docomo eram solicitados a inserir seu número PIN de rede.

Em seguida, os golpistas usavam as senhas para comprar cartões-presente ilegalmente na loja online da operadora de celular. Cerca de 1.200 pessoas foram alvo do crime cibernético. A Docomo anunciou que irá compensar totalmente as vítimas.

A Docomo solicitou que os clientes que foram alvos do esquema de phishing liguem para o número gratuito (0120) 613-360 para obter assistência.

FONTE: JAPAN TODAY     /     FOTO: KYODO

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top