Internacional

Coreia do Norte: 4° teste de mísseis em 1 semana

A Coreia do Norte realizou no sábado (1°) a quarta rodada de testes de mísseis em uma semana, a maior já realizada pelo país, lançando dois deles em direção ao mar ao largo de sua costa leste, informou o governo japonês, em um aparente protesto contra exercícios navais conjuntos realizados nesta semana envolvendo Estados Unidos e Coreia do Sul.

A Coreia do Norte já havia disparado mísseis balísticos em direção ao Mar do Japão em três ocasiões desde domingo passado, desafiando as resoluções do Conselho de Segurança da ONU, levando a um ritmo recorde de testes deste ano.

Os dois mísseis balísticos de curto alcance foram disparados da área de Sunan, em Pyongyang, entre 6h45 e 7h03, segundo os militares sul-coreanos. O quarto teste ocorreu um dia depois que o Japão se juntou aos Estados Unidos e à Coreia do Sul para exercícios anti-submarino.

Os mísseis viajaram cerca de 350 a 400 quilômetros com uma altitude máxima de 50 km antes de aparentemente cair nas águas da costa leste do país e fora da zona econômica exclusiva do Japão, disse Toshiro Ino, vice-ministro da Defesa japonês, a repórteres.

Eles podem ter voado em trajetórias irregulares, disse Ino sem dar detalhes. O Japão apresentou um protesto à Coreia do Norte através da Embaixada do Japão em Pequim.

“Isso ameaça a paz e a segurança do Japão, desta região e da comunidade internacional, e é absolutamente inaceitável”, disse Ino.

O Comando Indo-Pacífico dos EUA disse que avaliou que o último lançamento de míssil não representa uma ameaça imediata ao território dos EUA ou seus aliados, mas destacou o “impacto desestabilizador” dos programas de armas “ilegais” da Coreia do Norte.

Os compromissos dos EUA com a defesa do Japão e da Coreia do Sul permanecem “resistentes”, acrescentou o comando.

Fonte/Foto: Kyodo

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top