Notícias

FORTE TERREMOTO atinge Ishikawa

Um terremoto de magnitude de 5,4 atingiu a região central do Japão no domingo (19), deixando pelo menos cinco pessoas feridas na província de Ishikawa, na costa do Mar do Japão.

O terremoto ocorreu às 15h08, registrando 6 fraco na escala de intensidade sísmica japonesa Shindo, na cidade de Suzu,  informou a Agência Meteorológica do Japão (JMA). O epicentro foi em uma profundidade de cerca de 13 quilômetros na região de Noto.

O tremor também registrou 5- na cidade de Noto, 4 em Wajima de Ishikawa e 3 em algumas partes das prefeituras vizinhas de Niigata, Toyama e Fukui.

Cinco pessoas sofreram ferimentos, incluindo uma que quebrou o pulso, de acordo com o funcionário da cidade de Suzu.

O governo da província de Ishikawa disse que entrada (torii) do Santuário Kasuga, em Suzu, desabou após o terremoto, e vidros quebrados e telhas caídas também foram relatados na cidade.

Com o terremoto, garrafas de bebidas, revistas e livros caíram das prateleiras de uma loja de conveniência na cidade.

A JMA alertou que a região de Noto pode ser atingida por outro terremoto de intensidade semelhante dentro de uma semana.

Nenhuma anormalidade foi relatada na usina nuclear Shika da Hokuriku Electric Power em Ishikawa e na usina nuclear Kashiwazaki-Kariwa na vizinha Prefeitura de Niigata.

Nenhum alerta de tsunami foi emitido.

Fonte: Kyodo     |     Imagem: Agência Metrológica do Japão

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top