Morando no Japão

RESUMO DO NOVO SUBSÍDIO

Confira alguns tópicos abordados no anúncio feito pelo primeiro-ministro do Japão Shinzo Abe, no dia 14:
✅SOBRE O ESTADO DE EMERGÊNCIA
– Suspensão do estado de emergência em 39 das 47 províncias do Japão. Apesar da suspensão o governo pede que os moradores dessas províncias continuem tomando os mesmos cuidados para evitar a propagação do vírus. Pediu que os moradores das províncias que ainda estão em estado de emergência não cruzem as fronteiras e visitem outras regiões e vice-versa.
– As províncias de Tóquio, Hokkaido, Chiba, Kanagawa e Saitama, Kyoto, Osaka e Hyogo continuam em estado de emergência
– No dia 21, Abe deve se reunir com especialistas e fazer um novo anúncio para decidir se retira as 8 províncias do estado de emergência. Caso o número de infectados cair mais ainda, há chances do estado de emergência terminar antes do dia 31 de maio.
✅PAGAMENTO DAS FOLGAS REMUNERADAS
– Criação um novo sistema para oferecer diretamente o subsídio para trabalhadores que não receberam o salário referente as “folgas forcadas” da empresa. O valor máximo será de ¥330.000 (R$18.240,19) por mês e estão fazendo os ajustes para oferecer o suporte imediato. Esse subsídio será válido para os arubaitos (funcionário temporário) e funcionários que não estão inscritos no seguro desemprego. A inscrição poderá ser feita pelo correio ou online mas os detalhes ainda serão divulgados.
– Empresas que precisaram oferecer folgas remuneradas aos funcionários e que optarem em dar entrada no subsídio “Koyo Chousei Joseikin”, uma ajuda que cobre parte dos gastos do salário referente as folgas estipuladas pela empresa, também tiveram uma boa notícia. O valor máximo por cada folga remunerada era de ¥8.330/ dia (R$460,43) , mas o valor aumentou ¥15.000/ dia (R$829,10). Pela lei trabalhista, se a empresa impõe folgas devido a crise ou outro motivo que não seja pela decisão do funcionário, é obrigada a pagar no mínimo 60% do salário referente ao dia.
✅AJUDA PARA ESTUDANTES
– Será disponibilizado um subsídio para os estudantes que fazem arubaito (trabalho temporário) que tiveram a renda afetada devido a queda dos dias trabalhados. O valor oferecido será de ¥100.000 e para estudantes que possuem isenção de imposto, ¥200.000. Provavelmente, a inscrição será feita na própria instituição de ensino.
Outros assuntos também foram abordados, como os novos remédios, possibilidade de iniciar o ano letivo das escolas em setembro e também, agradeceu todas pessoas que continuaram trabalhando apesar do risco de infecção, principalmente, da área médica.
Fonte: Jiji News/ Yahoo News/ NHK News

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top