Japão

Redução na classificação da COVID-19 no início de maio

O governo está considerando reduzir a classificação do COVID-19 de acordo com a Lei de Controle de Doenças Infecciosas por volta do feriado da Golden Week no início de maio.

O primeiro-ministro, Fumio Kishida, pode estar esperando mostrar às pessoas no Japão e no exterior que o país superou a pandemia de coronavírus antes da cúpula do Grupo dos Sete (G7) em Hiroshima, de 19 a 21 de maio.

Se variantes mutantes perigosas se tornarem predominantes antes da mudança de status, o governo planeja adiar a reclassificação.

A COVID-19 está atualmente classificada como uma doença “equivalente à Categoria II” nos termos da lei. O governo planeja reduzi-lo para a categoria V, como a gripe sazonal.

Segundo fontes do governo, nenhuma decisão foi tomada sobre o momento da transição no final do ano passado devido a preocupações de que a situação da infecção possa piorar durante o feriado de Ano Novo e o risco de variantes perigosas entrarem no país vindas da China, onde o infecção está se espalhando rapidamente.

O número médio diário de infecções na semana encerrada em 20 de janeiro foi de cerca de 104.000, uma queda de 36% em relação à semana anterior. De acordo com o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, a queda no número de casos deve continuar.

Fonte / Foto: Yomiuri Shimbun 

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top