Japão

POLÍCIA: Cartões de residência falsificados

A polícia prendeu seis cidadãos, entre japoneses e chineses, em conexão com a suposta venda de cartões de residência falsificados por meio de corretores estrangeiros.

Uma equipe de investigação conjunta, composta por membros do Departamento de Polícia Metropolitana de Tokyo e cinco departamentos de polícia, anunciou nesta quinta-feira (29), que prendeu seis pessoas com idades entre 29 e 34 anos, por suspeita de violar a Lei de Controle de Imigração.

Os investigadores apreenderam mais de 200 identidades falsas, incluindo cartões de residência, de uma casa em Asahi, província de Chiba.

A polícia informou que é a maior base para falsificação de cartões que já descobriu no Japão.

Além dos cartões de residência falsos, foram encontrados na casa carteiras de motorista e cartões de seguro de saúde. Foram aproximadamente 3.000 cartões plásticos em branco que ainda não haviam sido impressos e cerca de 500 adesivos de holograma para serem colados na superfície dos cartões.

Os seis criminosos venderam cartões de residência falsificados para cidadãos vietnamitas e chineses a preços que variam de ¥1.500 (US$ 10) a ¥7.000.

A polícia acredita que o grupo faturou cerca de ¥140 milhões desde agosto do ano passado vendendo os cartões falsos.

FONTE; ASAHI     /     FOTO: KYODO

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top