Crime

Mulher desmembrada é encontrada em duas malas

A polícia da cidade de Wakayama está tentando identificar uma mulher cujas partes do corpo desmembradas foram encontradas em duas malas nesta semana.

A terrível descoberta foi feita por volta das 17h30 do dia 18 de janeiro, depois que um trabalhador local contatou a polícia para dizer que um carro estava estacionado às margens do rio Kino desde o início da manhã. A mídia local informou que a polícia encontrou uma mala preta contendo partes do corpo humano no porta-malas do carro alugado. Outra caixa vermelha foi encontrada flutuando no rio próximo e também tinha partes do corpo.

No início do dia, o corpo de um homem foi encontrado boiando no rio a cerca de 2,5 quilômetros rio abaixo de onde a caixa vermelha foi encontrada. A polícia identificou o homem, que tinha cerca de 50 anos, como o motorista do carro pela carteira de habilitação que ele deixou no veículo.

A polícia disse na sexta-feira que um exame forense revelou que as partes do corpo pertenciam a uma mulher entre 20 e 40 anos e que ela havia morrido em 17 de janeiro.

A polícia disse que ainda não conseguiu identificar a mulher nem seu relacionamento com o homem cujo nome não foi divulgado. Imagens de câmeras de vigilância feitas por volta das 22h30 do dia 17 de janeiro mostraram o carro dirigindo por uma estrada em direção ao local onde foi encontrado estacionado no dia seguinte.

Fonte: Japan Today / Foto: Kyodo

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top