Japão

Mais EMPREGOS para pessoas com deficiência

Espera-se que as oportunidades de trabalho sejam aumentadas também para as pessoas com deficiência, de acordo com as habilidades e atributos de cada pessoa.

O Conselho de Política Laboral do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, elaborou um relatório pedindo ao governo central para adicionar trabalhadores a tempo parcial ao cálculo das taxas de emprego para pessoas com deficiência.

De acordo com a lei de promoção do emprego de pessoas com deficiência, as empresas acima de um determinado porte precisam cumprir uma cota de contratação de pessoas com deficiência que trabalhem 20 horas ou mais por semana para pelo menos 2,3% da força de trabalho. As empresas que não atingirem este nível vão precisar pagar uma taxa.

O conselho propôs que os funcionários com deficiência que trabalham de 10 a 20 horas por semana também sejam incluídos no cálculo da taxa de emprego legalmente exigida.

O governo está considerando revisar a lei e pretende permitir que não só as empresas, mas também as entidades governamentais incluam trabalhadores a tempo parcial no cálculo das suas taxas de emprego por invalidez.

FONTE: JAPAN NEWS    

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top