Japão

Leis de IMIGRAÇÃO

O primeiro-ministro, Fumio Kishida, não pretende alterar as regras sobre a  acomodação de estrangeiros que enfrentam deportação a uma sessão parlamentar, a partir do final deste mês, por medo de uma reação pública antes da eleição para o Senado no verão, disseram fontes do governo no domigo (9).

O ex-primeiro-ministro, Yoshihide Suga, retirou um projeto de revisão da lei de imigração em maio do ano passado, depois que o tratamento impróprio de um detido em uma instalação de imigração, no centro do Japão, levou ativistas a exigir uma investigação e partidos da oposição pedindo o cancelamento do projeto.

A coalizão governista do Partido Liberal Democrata (PLD) e Komeito buscou, entre outras mudanças, limitar o número de solicitação de status de refugiado e interromper os procedimentos de deportação.

O governo de coalizão pretendia mudar a regra, já que alguns detidos aparentemente solicitaram asilo repetidamente para evitar a deportação, resultando em sua detenção prolongada.

Fonte: Kyodo     /     Foto: Kyodo

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top