Japão

KISHIDA: Aumento dos salarios com a inflação

O primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, pediu na terça-feira (4) às empresas que busquem aumentos salariais que acompanhem a aceleração da inflação nas negociações salariais na próxima primavera. O governo busca alcançar o crescimento econômico e redistribuição em meio ao aumento do custo de vida.

O governo expandirá os subsídios para pequenas e médias empresas com a condição de que aumentem os salários, de acordo com um plano do governo.

Também estimulará empresas maiores a aceitar preços mais altos estabelecidos por subcontratados, tornando públicos os nomes daqueles que se recusam a fazê-lo repetidamente ou sem justificativa.

“Espero que as negociações ocorram entre a administração e os sindicatos trabalhistas para realizar aumentos salariais que possam compensar a inflação”, disse Kishida em uma reunião do painel do governo sobre a criação de uma “nova forma de capitalismo”.

O pedido foi incluído em uma lista de itens prioritários que farão parte de um novo pacote econômico a ser anunciado ainda este mês. 

O crescimento salarial é fundamental para a política declarada de Kishida de promover a redistribuição de riqueza e para o Banco do Japão, que não mostrou sinais de mudar sua política de taxas ultrabaixas.

Fonte/Foto: Kyodo

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top