Notícias

Estrangeiros questionados pela polícia

Cerca de 60% das mais de 2.000 pessoas com raízes estrangeiras pesquisadas no início deste ano pela Ordem dos Advogados de Tóquio foram interrogadas pela polícia japonesa nos últimos cinco anos, com encontros mais frequentes entre os de origem africana ou latino-americana.

A pesquisa descobriu que a maioria das pessoas que foram questionadas havia passado pelo tratamento em várias ocasiões, de acordo com o relatório divulgado pela associação no dia 9 de setembro.

O relatório acrescentou também que 80% das pessoas com raízes africanas e latino-americanas tiveram que lidar com os investigadores.

“Diretrizes precisam ser estabelecidas para acabar com a discriminação com base na aparência”, disse a organização de Tóquio no relatório sobre discriminação racial.

Vários entrevistados disseram que se sentiram ofendidos por perguntas da polícia ou pela atitude, observando em comentários adicionais que eram intimidadas ou rudes, entre outras descrições.

O estudo também descobriu que a frequência de questionamentos não foi reduzida, independentemente da habilidade em japonês ou de quanto tempo eles moravam no Japão.

Com base nos resultados da pesquisa, o grupo planeja enviar um parecer por escrito aos ministérios relacionados e instá-los a agir.

Fonte/Foto: Mainichi

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top