Japão

Escolas públicas com menos PROFESSORES

As escolas públicas no Japão estavam com falta de mais de 2.500 professores no início do ano letivo, em abril de 2021, mostraram dados do governo nesta segunda-feira (31), ressaltando os desafios de encontrar substitutos no setor educacional.

A escassez e o aumento de suas funções estão desgastando os professores, de acordo com Aki Sakuma, professor de educação da Universidade Keio.

Foi a primeira vez que o Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia realizou um levantamento nacional sobre a escassez.

“O governo precisa tomar medidas drásticas, como aumentar seus salários, pois está ficando cada vez mais difícil atrair bons profissionais”, disse Sakuma.

Um funcionário do ministério anunciou que tomará as medidas necessárias para melhorar a situação, pois “não é desejável que haja tal escassez”.

FONTE: JAPAN TODAY     /     FOTO: KYODO

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top