Japão

Demitido por comentários xenófobos

Um ator de teatro japonês que produz um evento internacional de performance de rua foi demitido por fazer comentários discriminatórios contra estrangeiros.

O comitê executivo do Daidogei World Cup, um festival e competição de performance de rua, realizado anualmente na cidade de Shizuoka, demitiu o produtor, Akihito Okuno, (53), na sexta-feira (7).

O comitê alega que ele havia feito comentários que poderiam ser interpretados como xenófobos durante um seminário para a equipe do evento. O presidente do comitê, Shigeyuki Sugiyama, também renunciou para assumir a responsabilidade no mesmo dia. O comitê tomará uma decisão final em meados de outubro sobre a realização do evento que deve acontecer entre os dias 4 a 6 de novembro, conforme planejado.

Okuno deu uma palestra sob o tema “O que é ser japonês?” a 12 trabalhadores voluntários do evento no dia 17 de setembro e distribuiu um documento contendo expressões depreciativas como “Um chinês é um dragão por si só, mas quando há dois tornam-se vermes”, e disse: “O ciclo dinástico da China é uma cultura de massacre.” Aparentemente, houve objeções dos participantes do seminário.

Okuno se desculpou em uma coletiva de imprensa realizada em Shizuoka em 7 de outubro, dizendo: “Sinto muito por ter feito comentários inapropriados com base no meu mal-entendido da história”.

Fonte/Foto: Mainichi

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top