Japão

COVID-19: Governo sob pressão

O primeiro-ministro Fumio Kishida está sob pressão para declarar novamente um estado de emergência em Tokyo, onde os leitos hospitalares estão cada vez mais ocupados por pacientes com COVID-19.

A proporção desses leitos hospitalares na capital atingiu 48,5% no domingo (30), aproximando-se do limite de 50% para o governo metropolitano considerar solicitar um estado de emergência na tentativa de aprimorar as medidas anti-coronavírus.

Tokyo, apesar de ter introduzido medidas quase emergenciais este mês principalmente para impedir que o vírus se espalhe em restaurantes e bares, relatou no domingo mais 15.895 infecções por coronavírus. O número diário superou 10.000 casos pelo sexto dia consecutivo.

Novas infecções em todo o país chegaram a 78.128 no domingo, de acordo com uma contagem baseada em relatórios dos governos das províncias.

Os pacientes com sintomas graves aumentaram 33 em relação ao dia anterior, para 767, informou o Ministério da Saúde.

A governadora de Tokyo, Yuriko Koike, parece cautelosa em buscar imediatamente um estado de emergência, o que afetaria significativamente a atividade econômica.

 

Fonte: Kyodo     |     Foto: Kyodo

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top