Noticias

BOMBA ATÔMICA: Grupo com sobreviventes no Brasil se dissolve

A associação “Brazil Hibakusha Heiwa Kyokai” composta pelos sobreviventes da bomba atômica de Hiroshima e Nagasaki que se mudaram para o Brasil foi dissolvida em 31 de dezembro de 2020. 

O anúncio foi revelado em entrevista coletiva por Kazuyuki Tamura, 78, líder de um grupo de apoio aos sobreviventes da bomba no Brasil e nos Estados Unidos.

Embora os 36 anos de atividades da associação tenham terminado oficialmente, os membros continuarão a testemunhar sobre suas experiências nos bombardeios atômicos em 1945, disse Tamura.

A associação foi formada em São Paulo no ano de 1984 pelo sobrevivente da bomba atômica Takashi Morita, hoje com 96 anos, que emigrou de Hiroshima para o Brasil, e outros membros. 

No ano de 2019, após muita pressão e o reconhecimento do governo japonês, tornou-se possível para os sobreviventes da bomba atômica que residem no Brasil receberem exames em hospitais designados sem pagar despesas médicas.

Anteriormente, a associação tinha cerca de 270 membros, mas no momento de sua dissolução, o número de membros havia diminuído para 74. Os membros decidiram dissolver a associação por motivos que incluem os custos de continuar a operar como uma organização licenciada no Brasil, além do envelhecimento dos associados.

Em mensagem aos apoiadores no Japão, Morita comentou: “A palavra ‘hibakusha’ passou a ser reconhecida por muitas pessoas no Brasil como resultado de nossos 36 anos de atividades”.

 

 

Fonte: Mainichi  ׀   Foto: Reuters/Kyodo

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top