Japão

Alta nos preços em fevereiro

Os contínuos aumentos de preços que assolam os consumidores japoneses não mostram sinais de diminuição, de acordo com o Teikoku Databank Ltd., mais de 7.000 itens alimentícios devem ter preços mais altos entre janeiro e abril, mais da metade dos quais concentrados em fevereiro.

Os produtos padrão cujos preços permaneceram os mesmos por muito tempo desde que chegaram ao mercado também foram suscetíveis a custos cada vez maiores.

De acordo com a pesquisa de tendências de revisão de preços do Teikoku Databank direcionada a 105 grandes fabricantes de alimentos, 20.822 itens de alimentos tiveram seus preços aumentados em 2022, seguidos por 7.390 itens que enfrentaram aumentos de preços entre janeiro e abril de 2023. Destes últimos, os aumentos de preços devem atingir o pico em fevereiro, afetando 4.283 itens.

Outro fator por trás dos aumentos em fevereiro é que os preços de um grande número de alimentos congelados são revisados ​​a cada seis meses. Como a reavaliação mais recente dos alimentos congelados ocorreu em agosto de 2022, fevereiro próximo será naturalmente o próximo momento de revisão.

O número de falências devido ao aumento de custos de materiais e outros em 2022 atingiu 320, um aumento de 2,3 vezes desde 2021, quando o número correspondente foi de 138.

Fonte: Mainichi   /   Foto: Mainichi/Tomohiro Tsujimoto

Japão Aqui e o brasileiro cada vez mais “japonês”. De refugiado econômico a imigrante nipo-brasileiro, fizemos o caminho inverso dos japoneses que atravessaram oceanos após a segunda guerra mundial.

Em 2007 após atingir a marca de 316.000 brasileiros oficialmente residentes no Japão o “Lehman shock” em 2008, esvaziou nossa comunidade em cerca de 140.000 pessoas, nos anos que se seguiram. Hoje em 2019, voltamos a crescer atingindo a marca de 193.798 brasileiros residentes (junho-2018 / Ministry of Internal Affairs and Communications).

Japão Aqui tem bloggers e tradutores com a missão de facilitar o entendimento das notícias japonesas.

Copyright © 2020 MCOM K.K.

To Top